quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Ensinamentos de filha mais velha

Estava ontem a tomar banho com a Joana e peguei no sabonete Oleoban, que tinha comprado na sexta para a nossa Ninocas.
J: -É o sabonete da mana, não é, mãe?
Eu: - É, mas agora podemos usá-lo nós.
J: Ó mãe como é que a mana agora toma banho?
Eu: - A mana agora é uma estrelinha, toma banho quando chove.
A J. olhou-me descrente e perguntou:
- Ó mãe como é que conseguiste inventar isso?
A mim só me restou ficar boquiaberta e seguir com o banho.
Ao chegarmos ao carro, não contente com o que já me tinha dito voltou-se para o pai:
- Pai, vê lá o que é que a mãe inventou.
E toca de contar o que lhe disse "impressionada" com o que eu inventei.
Todos vocês me dizem que eu tenho força. Não sei se a tenho assim tanta, mas é à certeza de que há crianças especiais como a nossa Joana e a nossa Leonor, que vou buscar a resiliência para aceitar esta minha missão.

2 comentários:

  1. Não a conheço, mas acompanhei a vossa luta pelo facebook (através da Rita Duarte Silva, sou professora na escola dos seus filhotes). Fiquei triste quando soube que a Leonor estava doente, vibrei com o sorriso no hospital e chorei quando soube que o vosso anjo voou. Não posso deixar de lhe dizer, apesar de não a conhecer, que é uma mãe e uma pessoa inspiradora e que tenho a certeza que a sua força será agora ainda maior.

    ResponderEliminar