quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Grande lição...

... dada por quem tem apenas 4 anos.
Estamos a tirar roupa da máquina de secar e de repente a Joana grita, apontando para a rua:
- Mãe, olha a Leonor. É a Leonor!
Voltei-me e a minha peste doce apontava para a estrelinha que aparece neste angulo da casa, sempre muito reluzente.
- A Leonor está ali, mãe.
Respondi-lhe que sim, enquanto troquei um olhar com a minha sogra que estava sem saber como reagir no sofá da sala.
- Mãe, a Leonor está a piscar!
- Está sim, filha. Está a dizer-nos olá - disse.
- Olá Leonor - gritou a Joana.
- Olá Leonor - disse eu, com o coração num misto de saudade e ternura. Saudade da pirralhinha, ternura sem limites pela minha peste doce, tão doce... cada vez mais doce.
A Joana voltou à sua vida e ao seu dizer 1850 palavras por segundo. Naquele instante a nossa vida voltou à "normalidade", mas a lição ficou ali. Depende de nós o que trazemos no coração. Basta querer, para fazer mudanças. Não é fácil, mas consegue-se. Porque um coração quente é sempre melhor que um coração empedrenido. E isso eu jamais darei às minhas filhas.
Começa a fazer parte da nossa rotina (minha aqui e do pai em Londres) olharmos para o céu e sorrirmos para a Leonor. E tenho a certeza de que se chegar aos 80, continuaremos a fazer o mesmo, tal como, a nossa Joana sempre olhará para o céu quando quiser "falar" com a mana que tantos nos anunciou e desejou.

4 comentários:

  1. Olà,acabei agora de ler o teu blog inteirinho e queria apenas te felicitar!Pela coragem,pela pessoa que revelas ser,pela força e pela lição de vida que transmites!Espero realmente que tenhas sempre essa força dentro de ti,que te ajude,a ti e aos teus,a continuar a sobreviver e tentar ser felizes com a vossa pequenina que ainda cà està!Acredito que ela seja mesmo a vossa razão de viver e que è ela que vai conseguir levar-vos para a frente§
    Eu vou continuar aqui a seguir este cantinho,que jà me ficou no coração!Força!

    ResponderEliminar