domingo, 27 de outubro de 2013

Ser mãe...

É ser atenta, doce mas ao mesmo tempo disciplinada. É gritar de vez em quando. É soprar o ar ainda mais vezes e pedir paciência (aquela que, às vezes, nunca chega)...
É brincar, mas também saber ralhar.
É amar de braços abertos, mas também saber ficar séria e "castigar" na hora certa.
Ser mãe é ter as asas sempre abertas, mas também saber usá-las para empurrar os filhos para a frente, para se tornarem auto-suficientes e independentes.
Quantas e quantas vezes não nos questionamos se estamos a fazer tudo bem?
Quantas e quantas vezes a "sabedoria alheia" nos questiona?
Quantas e quantas vezes pensamos se somos boas mães!
Desde que sejamos mães com o coração até nos momentos em que nos zangamos, estamos sempre a ser boas mães. Mostrar o nosso amor aos nossos filhos seja entre risos ou numa chamada de atenção, é o mais importante. Porque é isso que eles esperam de nós. Que os preparemos para o mundo dos adultos. É por isso que nos põem tanto à prova.
Onde é que fui buscar estas certezas? Se já as tinha, agora ficaram mais fortes. Vejam o video.

2 comentários:

  1. é sempre tão bom e oportuno lê-la... para mim, ser Mãe é isso tudo o que a Irina diz...mas a dúvida também paira muitas vezes (especialmente quando ralho) se estou a ser justa...
    Obrigada!
    Gisela

    ResponderEliminar
  2. A dúvida ajuda-nos a ser melhor mães. um beijinho

    ResponderEliminar