sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Mãe

A minha mãe faria hoje 63 anos. Partiu há quase 5 meses. Partiu cedo.
Hoje tenho saudades dela. Da sua refilicisse. Do seu lado (mais) negro de ver a vida. Por muito que tivéssemos posturas diferentes era e é a minha mãe. E esse elo não se quebra nunca.
O dia de hoje é estranho e triste para nós, filhos. Estamos mais unidos do que nunca, mas estamos tristes. Pensamos no que podia ser o dia de hoje, se o passado não fosse o que foi.
Mas a vida é assim.
Cada um traça o seu destino e tem o direito de fazer o que quer com a sua vida.
A minha teve esse direito.
E no meio de muita coisa que não gosto de lembrar, lembro as boas e muitas coisas que me ensinou.
Ela partiu cedo e na sua partida ensinou-me a valorizar ainda mais a vida, por isso, no dia de hoje, só me resta dizer: Obrigada Mãe.

Sem comentários:

Enviar um comentário