quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Passagem de Ano


Sempre dei importância à passagem de ano. É uma altura em que faço o balanço do ano que está prestes a terminar e penso no que levo comigo e quero para mim no ano que se inicia.
É apenas mais uma noite do ano, eu sei. Mas se medimos a nossa vida em anos, porque não dar-lhes significado? Mesmo aqueles que são para esquecer!
Esta passagem do ano acho que é a primeira em que tenho apenas um só desejo: que 2015 me traga a serenidade e a sabedoria para continuar o meu processo.
Porquê?
Porque 2012 foi um ano de luta com uma grande alegria. 2013 um ano que começou cheio de esperança, mas 13 dias depois desferiu-me um golpe duro, seguido de um tsunami de perdas e notícias difíceis de lidar. Faz hoje um ano as esperanças que 2014 fosse um ano de mudança eram imensas. E foi um ano de mudança. Mudança interior.  Chego ao fim de 2014 com a certeza de que este ano me agarrei aquilo que eu via como uma bóia de salvação para as tristezas de antes, e a verdade, é que estava agarrada aos destroços do tsunami que foi 2013. Não foi mau, nada disso. Foi um despertar. Um ganhar de consciência interior, de identificar e valorizar muita coisa e aprender a desvalorizar outras tantas. Chego ao fim de 2104 a saber fazer melhor a triagem do que quero que me afecte e com as águas serenas e os destroços identificados, vou chegar a 2015 com a mesma Fé de sempre em acreditar que as coisas boas acontecem e o que o melhor guia para a vida se chama coração.
Demos asas à fé, aos sonhos e entremos em 2015 a Acreditar que tudo é possivel.
A todos os que fazem parte da minha vida, mais perto ou mais longe: FELIZ 2015.

 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário